Minha doce irmã

Minha doce irmã

Cresci em um mundo cruel, cercada de vorazes devoradores de esperança, de assassinos de felicidade. E mesmo em meus momentos mais tenebrosos, sua luz me banhava.

Você sempre foi o Yang do meu Yin, a solução de meus problemas. Sua pureza e esperança eram contagiantes, a supressão perfeita para o mal que me habita.

Já sei que nossa mãe lhe contou que dessa vez eu realmente fui embora para sempre, que não é mais uma brincadeira de esconde-esconde. Mas, se você sentir minha falta, dê uma olhada em meu diário, ou leia o céu de estrelas que ilumina esta noite.

Leia todos os sinais, sinta cada palavra, toque cada letra, pulse cada som…

Ignore cada comentário maldoso, pois eles nunca puderam me compreender e não será agora que o farão. Ignore cada mensagem de pesar vazia, pois o verdadeiro buraco somente você será capaz de sentir em seu coração.

Não culpe os jornais sensacionalistas pois eles são apenas papéis. Papeis que vieram de árvores que nunca poderemos escalar. Muito menos culpe aqueles que destilaram seu veneno na inocente página vazia, pois estes morderam suas línguas.

Todos eles, todo o mundo me fizeram parecer tão triste, mas agora encontrei minha felicidade.

E se mesmo assim você ainda se sentir mal com tudo isso, apenas se lembre que nada é feito para durar. Eu sinto sua tristeza, mas isso também vai passar, tudo passa. Assim como eu já passei.

Sua dor, sua solidão. Eu sei o que você passa, o que continuará a passar. Mas repito que nada é feito para durar. E você se lembra de nosso passado até o dia em que você também passará. Finalmente passaremos juntas, para sempre…

 

Sweet_sister

Minha doce irmã

Apenas uma carcaça vazia movida a engrenagens desconexas, que busca alívio nas palavras vãs de um desabafo doloroso.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: