Mangás de Terror

Estamos acostumados com mangás do tipo kawai: fofinhos, com menininhas lindas e rapazes sedutores. Ou ainda aqueles focados em combates e lutas em geral, não é verdade?

Para nós que achamos um saco toda essa melação cute-cute, que acreditavamos que nunca acharíamos um mangá decente, segue uma lista insana e traumatizante para aqueles de cabeça fraca.

 

O Enigma da Falha de Amigara, de Junji Ito

Milhares de buracos com o formato da silhueta de uma pessoa aparecem na encosta de uma montanha logo após um terremoto. Não demora muito para que as pessoas descubram que existe um buraco para cada uma delas. Aqueles que encontram os furos correspondentes ficam obcecados por subir até lá e acabam sendo engolidos pela montanha. O que acontece depois vai fazer você ter pesadelos por semanas.

 

 

Homunculus, de Hideo Yamamoto

Um homem que perdeu o emprego e seu lar recebe uma oferta irrecusável. Para poder se reerguer, ele concorda em se submeter a um procedimento experimental de trepanação. Após ter seu crânio perfurado com uma broca, ele começa a experimentar o mundo de forma diferente e a ver as pessoas como elas realmente são.

 

 

Uzumaki – a Espiral do Horror, de Junji Ito

Este é um mangá realmente perturbador. Ele conta uma série de histórias sobre uma cidade e seus habitantes que se tornam fascinados por espirais. Os círculos começam a aparecer por toda parte, e a cidade mergulha no caos à medida em que as pessoas ficam obcecadas por transformarem a si mesmos e aos seus ambientes para obedecer à força sobrenatural por trás das espirais.

 

 

Kouishou Radio, de Nakayama Masaaki

Uma série de histórias sobre fantasmas, todas relacionadas a espíritos que se manifestam por meio do cabelo humano, na maioria das vezes. Sim, é tão estranho quanto parece, mas de alguma forma também é totalmente assustador e as imagens vão ficar na sua cabeça por um bom tempo depois que você terminar de ler.

 

 

Dragon Head, de Mochizuki Minetaro

Um trem cheio de estudantes descarrilha em um túnel durante um terremoto. Os poucos jovens que sobreviveram precisam manter a sanidade enquanto tentam encontrar uma saída, deixando para trás o trem destruído com os restos mortais dos seus colegas. Mas o mundo para o qual estão tentando voltar já não é mais o mesmo que eles deixaram para trás.

A Cadeira Humana, de Edogawa Ranpo e Junji Ito

É exatamente o que parece. Uma história curta sobre uma cadeira que tem um segredo sombrio. (É uma pessoa. Ela guarda uma pessoa dentro dela.)

Gyo, de Junji Ito

Peixes, tubarões e outras criaturas marinhas desenvolvem patas de aranha e começam a invadir a terra, o que é, de certa forma a coisa menos estranha e nojenta que acontece nessa história.

 

O Clube do Suicídio, de Furuya Usamaru

Esta série começa com 54 moças alegremente pulando juntas na frente de um trem e cometendo suicídio…exceto por uma que consegue sobreviver ilesa ao incidente e fica obcecada com a morte e com terminar o que ela tentou fazer no começo da história.

Emerging, de Hokazono Masaya

Um empresário pega uma doença misteriosa e explode no meio de um cruzamento movimentado em Tóquio, cobrindo de sangue e vísceras todo mundo ao seu redor. Não demora para que a doença se espalhe com tal rapidez que as autoridades sanitárias não conseguem lidar com ela.

Fasting, de Kazuo Umezu e Hisashi Eguchi

Uma história curta e realmente perturbadora sobre uma moça que desenvolve um distúrbio alimentar. À medida em que perde peso, ela ganha a atenção do rapaz por quem ela sempre foi apaixonada…assim como uma fome incontrolável.

O Garoto Verme, de Hideshi Hino

Dokumushi Kozou (também conhecido como “O Garoto Verme” fora do Japão) é parecido com A Metamorfose de Kafka, se A Metamorfose fosse um pesadelo cheio de sangue e violência. Um menino que não consegue se adaptar é picado por um inseto misterioso. Em vez de ganhar superpoderes como o Homem Aranha, ele se transforma em um monstro grotesco, odiado por sua família e vizinhos.

Heads, de Keigo Higashino e Motoro Mase

Após levar um tiro na cabeça, Junichi Naruse recebe um transplante de cérebro e se recupera milagrosamente. Mas não demora muito para que ele comece a sentir repulsa pelas sardas da sua namorada, que antes ele adorava. Então a vida dele começa a mudar completamente à medida que o cérebro do doador começa a assumir o controle.

Fuan no Tane, de Masaaki Nakayama

Uma série de histórias curtas cheias de espíritos de com rostos pálidos e olhos arregalados que vão fazer com que você se lembre da estética dos filmes de terror orientais. As histórias dessa série tendem a ser menos sombrias e mais engraçadas que as dos outros mangás de terror, o que não significa que você não sentirá medo.

 

 

 

Fonte: BuzzFeed

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mangás de Terror

Apenas uma carcaça vazia movida a engrenagens desconexas, que busca alívio nas palavras vãs de um desabafo doloroso.

Tagged on:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: