Desabafo Expresso em um dia Escuro

DESABAFO EXPRESSO EM DIA ESCURO

Um segundo de fôlego
Um suspiro inaudível
E a lágrima que agora brota
Corre livre e solta.
O sol apagara-se
Nasce uma noite no dia
Dia negro e frio
Frio dentro mim.
Dois passos eternos
Em um toque gélido
Uma carícia sofrível
De quem não pulsa.
Quero sentir paz
Quero tocar a luz
Quero inebriar-me em amor
Quero ter uma vida
Desabafo Expresso em um dia Escuro

Apenas uma carcaça vazia movida a engrenagens desconexas, que busca alívio nas palavras vãs de um desabafo doloroso.

2 thoughts on “Desabafo Expresso em um dia Escuro”

  1. Muito bonito! Fico até com um aperto aqui… Me lembrou de uma época do passado…

    Deixa eu soltar uma aqui tb ^^:

    As folhas do outono caem ao vento
    As trevas permeiam minha alma
    a vida se vai sem tento
    E o negro é o meu tema

    O tempo no seu tempo lento
    Àquela tão próxima das mãos
    E mesmo como monumento

    Não posso vê-la
    Mas posso senti-la

    Sempre desejando
    Mas nunca alcançando

    É a triste sina
    Daqueles que a alma é fina

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: